Resenha: O Morro dos Ventos Uivantes #BEDA

by - 04 agosto

              Autora: Emyli Brontë
               Editora: Lua de Papel
Paginas: 292
             ISBN: 9788563066022
Na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes nasce uma paixão devastadora entre Heathcliff e Catherine, amigos de infância e cruelmente separados pelo destino. Mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta: um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança. "Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff", diz a apaixonada Cathy.
Tenho esse livro há muito tempo, mas nunca consegui terminar de lê-lo. Achava chato e não gostava da história. Mas, como ele era o único livro antigo da minha estante que eu ainda não tinha concluído, resolvi colocá-lo como meta desse ano.Quis dar uma chance para ele, pois não conseguia entender porque eu não gostava dele.
O livro é "narrado" pelo sr. Lockwood, novo morador da Granja dos Tordos. Mas a história que envolve o livro é contada pela sra. Dean. Os personagens principais são Catherine e Heathcliff, é por causa deles que a história é contada. Ambos os personagens moravam no Morro do Ventos Uivantes, mas não eram parentes. Catherine era filha do dono, já Heathcliff foi encontrado por ele e levado para lá quando era menor. Sra. Dean conta os principais momentos da vida dos dois, desde a infância até a vida adulta. 
Com o desenvolver da história podemos perceber o que cada um que mora no Morro passou e o porquê deles serem tão rudes. Há muitas mortes na história e a maioria é trágica, mas eu não me envolvi tanto com o livro para sentir algo pelas mortes. Parece que cada um mereceu o fim que levo pelo que fez em vida.

Confesso que quase desisti de terminar esse livro, mas a esperança de que ele me surpreendesse foi maior. Pena que ele não conseguiu fazer isso. Achei um livro chato e sem muito sentido. É claro que tem toda uma filosofia sobre o que o amor pode nos causar, mas precisava parecer tão pessimista? Poucos conseguem viver uma felicidade no livro. E, na minha opinião, o amor tem que trazer felicidades, não só tristezas, mágoas e brigas, como é descrito no livro. Talvez eu não tenha entendido o proposito do livro ou não tenha sentido "o verdadeiro amor" que tem nele, mas só consigo pensar que foi uma perda de tempo lê-lo.



OBS.: Odiei Catherine do início ao fim.
Desculpem pela resenha negativa, mas eu precisava falar sobre esse livro.
Até o próximo post, bjks.

You May Also Like

2 comentários

  1. PELO MENOS UM SER HUMANO NO MUNDO QUE ME ACOMPANHA NA OPINIÃO SOBRE ESSE LIVRO!

    Gente, eu não consegui achar a menor graça nesse livro, não sei de onde o povo arruma que é um dos melhores romances que já leram e talz.

    Às vezes eu fico lendo resenhas positivas dele pra ver se eu gosto, porque todo mundo gosta hahah, mas nem assim. Esse pra mim não deu MESMO.

    Excelente resenha, porque é bom saber que eu não estou sozinha no planeta *-*

    Vou até botar nos links da semana haha \o/
    Bjoo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH, te compreendo perfeitamente. Só vejo criticas boas sobre eles, mas não consigo entender essas pessoas.
      Com certeza não está sozinha, vamos montar um grupo contra esse livro! (brincadeira)

      Mil corações pra você, depois me mande o link. Bjks.

      Excluir