Resenha: A Rainha Vermelha

by - 26 setembro

Autora: Victoria Aveyard X Editora: Seguinte X Paginas: 424 X ISBN: 9788565765695
O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração.
Só consigo descrever A Rainha Vermelha como um livro encantador. Não esperava tanto por ele, mas quando comecei a ler não consegui para até terminar. É um livro cheio de reviravoltas, me apaixonei e quis matar muitos personagens.

Agora o mundo é dividido pelo sangue. Prateados, além de seus surpreendentes poderes, são a elite, vivem na melhores condições. Por outro lado, os vermelhos não possuem poderes, vivem na miséria e trabalham para sustentar a vida luxuosa dos prateados. Além disso, qualquer jovem com 18 anos e que não tenha um trabalho é mandado para a guerra.

A Rainha Vermelha é narrado pela Mare Barrow, uma vermelha que mora em Palafitas, um vilarejo muito pobre, com seus pais e sua irmã casula. Seus irmãos foram recrutados para a guerra, assim como Mare será e, de certa forma, ela já está conformada com seu destino. Porém tudo muda quando Kilorn, seu melhor amigo, perde seu mestre. Mare não aceita que seu amigo seja enviado para guerra e está disposta a tudo para que isso não aconteça.

Durante sua tentativa de salvar Kilorn, Mare vai até o castelo e a partir desse momento sua vida inteira muda. Agora Mare precisa ser forte e lutar para continuar viva. Entre o medo de morrer e a vontade de acabar com a glória dos prateados, a protagonista precisa mentir para as pessoas que mais ama, ou começou a amar.

O livro possui vários "recortes" de outras histórias com grandes destaques, mas isso não me incomodou, pelo contrário.  Achei o mundo criado pela Victoria incrível, com cenas bem elaboradas e tudo mais. Gosto de livros que envolvam política, ainda mais quando consigo notar os aspectos "criados" com a nossa realidade. Estou bem ansiosa para ler a continuação e espero que seja ainda mais incrível.



Espero que tenham gostado da resenha, bjks e até o próximo post.

You May Also Like

1 comentários

  1. Oii!
    Também achei esse livro incrível, não sou de gostar de distopias ainda mais agora com tantas no mercado, mas quando peguei A Rainha Vermelha me surpreendi e só consegui largar depois que terminei. Essa história já tem um lugarzinho escpecial no meu coração <3
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir